Infomoney. Disponível em: http://dinheiro.br.msn.com/comportamento/artigo.aspx?page=0&cp-documentid=23488502 . Acesso: 21/02/10

SÃO PAULO – Uma nova rede de computadores zumbis foi descoberta pela empresa de segurança NetWitness. Chamada ZeuS, a rede botnet já afeta 75 mil computadores em 2.500 empresas em todo o mundo.

A recém-descoberta infestação foi apelidada de “Kneber botnet”, após o termo ter sido usado para invadir sistemas, conseguir credenciais de acesso a redes sociais, sites financeiros e serviços de e-mails. As informações servem para que os criminosos roubem informações corporativas ou governamentais, além de permitir a cópia da identidade virtual dos usuários.

Descobertas

A investigação conduzida em janeiro revelou um profundo comprometimento de cerca de 68 mil credenciais de acesso (logins e senhas) de sistemas de empresas particulares e do governo, além de serviços como Facebook, Yahoo, Hotmail, demais serviços de e-mail.

“Esse ataque em larga escala atingiu níveis epidêmicos”, disse o presidente da NetWitness, Amit Yoran. Proteções convencionais não conseguem identificar ameaças tão sofisticadas. Logo, as organizações só a perceberão quando o ambiente já estiver comprometido”, completou.

A maioria dos programas anti-vírus detectam o ZeuS como um simples cavalo-de-troia (Trojan), sem perceber que se trata de uma ameaça bem maior ao sistema, que exige um contra-ataque mais objetivo.
A NetWitness afirma que metade das máquina infectadas como Kneber também é vítima de um vírus chamado Waledac. A coexistência de ambos pode ajudar a facilitar a identificação.